29 abril 2009

TURISMO Ético, Responsável e Solidário, e as PLANTAS

Perguntam vocês:
- O que tem o Turismo a ver com as Plantas?

Primeiro que tudo queria vos dar a conhecer o que é esta noção de Turismo Ético, Responsável e Solidário!



Como o próprio nome indica é uma forma de turismo que pretende estabelecer uma interacção com as comunidades locais, não sendo invasivo, dar a conhecer ao turista a realidade local e não a “ imagem dos anúncios”, e ajudar estas comunidades havendo uma repartição dos lucros pelas mesmas, apoiando projectos locais ou um consumo dos seus serviços.

Aconselho a entrarem no site da Mó de Vida – Cooperativa de Comércio Justo, e a conhecerem melhor toda a origem, pressupostos deste turismo - http://www.modevida.com/turismo1.html.


PRÍNCIPIOS FUNDAMENTAIS DAS VIAGENS:

- Mediadores/Guias Locais
- Alojamento de pequena escala
- Transportes públicos ou dos locais
- Pequenos grupos
- Transparência no preço e quota de cooperação
- Encontro preliminar
- Documentação de viagem

Todos estes pressupostos das viagens de turismo ético são muito ambiciosos mas de uma mais valia tremenda!


Os fins de semana Magic Moments são pequenas viagens, e não querendo ser tão pretensiosa ao ponto de dizer que cumprimos todos os requisitos do turismo ético, responsável e solidário, gostaria de aqui analisar o FIM de SEMANA das PLANTAS AROMÁTICAS E MEDICINAIS.




LOCAL – EVORAMONTE (concelho de Estremoz) E ORADA (concelho de Borba), duas vilas do Alto Alentejo, saindo dos locais mais convencionais de turismo

ALOJAMENTO – Herdade da Marmeleira (Fundação Obras). Antiga herdade alentejana adquirida há 5 anos atrás por um casal de holandeses, que reconstruíram este monte, criando através da Fundação Obras uma residência de artistas, e desenvolvendo a área cultural do concelho através da organização de exposições, espectáculos, e concertos com os artistas residentes.

REFEIÇÕES – São tomadas na Herdade, excepto almoço e jantar de sábado que serão na Feira da Orada.

ACTIVIDADES – Sábado - Visita à Feira das Ervas Alimentares da Orada e participação nas suas actividades; Domingo – Atelier de Plantas Medicinais na Herdade da Marmeleira

FORMADOR – Fernanda Botelho, residente na Tojeira (concelho de Sintra). Dá workshops de plantas medicinais em vários pontos do país. Na feira da Orada existirão também outros guias, locais ou não, das várias actividades.

ACOMPANHAMENTO – A organização acompanha o grupo durante todo o fim de semana, estando disponível para ajudar em quaisquer questões.

TAMANHO DO GRUPO – 8 a 16 pessoas

TRANSPORTE – Vamos nos deslocar em carros particulares, promovendo a partilha de boleias entre os participantes, bem como partilha de custos dos mesmos

DOCUMENTAÇÃO DO FIM DE SEMANA – É entregue a cada participante documentação sobre as várias Plantas do Atelier de Plantas Medicinais, e um pouco sobre a vila de Evoramonte, bem como na Feira poderão adquirir informação complementar sobre plantas ou sobre os concelhos.

PREÇO – 150€/por pessoa, assim distribuídos:
(para um mínimo de 8 participantes)
- Alojamento na Herdade – 44€
- Refeições na Herdade – 28€
- Formadora (acompanhamento do grupo durante todo o fim de semana, e condução do Atelier de Plantas Medicinais) – 30€
- Organização (planeamento, programação do fim de semana, promoção, recepção de inscrições, logística, acompanhamento do grupo durante todo o fim de semana) – 30€
- Documentação – 5€
- Despesas Gerais (flyers, promoção, deslocações, snack domingo) – 13€

Os participantes que se inscreverem com 2 ou mais pessoas em simultâneo têm 5 ou 10% de desconto (7,5€ ou 15€). Esse desconto é retirado do valor da organização.

O PREÇO INCLUI:
- 2 noites de alojamento em quarto duplo ou triplo na Herdade da Marmeleira
- Refeições na Herdade: 6ª feira – ceia, Sábado – pequeno-almoço, Domingo – pequeno-almoço, almoço, e snack
- Participação nas Actividades da Feira
- Atelier de Plantas Medicinais
- Documentação

O PREÇO NÃO INCLUI:
- Transporte até aos locais do fim de semana
- Almoço e Jantar de Sábado, que serão livres de escolha pelos participantes, nas tasquinhas da Feira

Nota: O que caracteriza o turismo ético não são as regras enunciadas, mas sim os excepcionais factores intrínsecos que o caracterizam.
Este tipo de turismo só é possível oferecer para quem o faz por gosto próprio e pelo prazer de partilhar. É uma opção de vida!

Ainda existem vagas para o Fim de Semana das Plantas Aromáticas e Medicinais. Aproveitem esta oportunidade e saibam mais aqui!

1 comentário:

  1. Tem tudo a ver comigo este tipo de turismo.Viajar tem que significar aprender, falar com outras pessoas, andar a pé, adquirir experiência, outras visões, alargar o espírito e cuscar...e não ficar fechados 7 dias num resort de luxo, de papo para o ar, assepticamente só para dizer que se esteve lá...e regressar vazio.

    ResponderEliminar